sexta-feira, 21 de outubro de 2016

"Aprender e evoluir": Futebol Clube do Porto vs FC Arouca (antevisão)

Jogo marcado para sábado, 22 de Outubro e início às 20h15. Transmissão SportTV.  

Outro adversário, outra cantiga. O campeonato está de volta, finalmente. E o Estádio do Dragão também. Depois de quatro jogos fora de casa (3V e 1D), o Futebol Clube do Porto volta à sua casa para receber o Arouca. Em caso de vitória, o Futebol Clube do Porto alcançará a liderança do campeonato, embora à condição. Otávio treinou condicionado desde o regresso da Bélgica. André André teve uma gripe e convalesceu durante quinta-feira. Mesmo assim, ainda poderão ser duas opções na abordagem de Nuno Espírito Santo a esta partida.


Aposto no seguinte onze:




Sublinho que este não é de todo o onze que gostaria de ver frente ao Arouca, que não ganha há 2 meses, e tem dois empates nos últimos 7 jogos, com destaque para a derrota em Queluz, para a Taça de Portugal. Estatística que Nuno Espírito Santo não espera que favoreça o Futebol Clube do Porto, que preferiu dar foco às três vitórias consecutivas, série que ainda não tinha conseguido esta temporada, e que traz confiança acrescida ao plantel. Confesso que apreciaria muito mais o desenho (mas também a ambição e a atitude) que verificámos na última meia hora na Bélgica, num sinal de manifesta aprendizagem e evolução. No entanto, é o onze no qual acredito que o Treinador do Futebol Clube do Porto irá apostar. Porque confio na casmurrice dos treinadores que, em abono da verdade, chegam onde chegam com as suas decisões e as suas ideias. E, desde o início, Nuno Espírito Santo confia em si mesmo e nas suas ideias. Os resultados ditarão se as suas ideias são as mais indicadas. Porque é legítimo que espere e deseje uma vitória frente ao Arouca para pressionar adversários directos e que não esteja a perder aos 15 segundos de jogo. Mas esperar que faça um treinador algo de diferente e que veja a luz ao fundo do túnel será sempre um exagero da minha parte. 

Nota para o sorteio da Taça de Portugal. O malabarista Simão Sabrosa até teve dificuldades em abrir a bola do Futebol Clube do Porto, abrindo oportunidade para um momento de trafulhice pura. A deslocação a Chaves será muito dura, mas ainda não é para já. Primeiro o Arouca.


Crente. Portista.


O que espera desta partida? Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.

Um abraço. 

Sem comentários:

Enviar um comentário