sexta-feira, 9 de setembro de 2016

"Com tudo. Contra tudo.": Futebol Clube do Porto vs Vitória SC (antevisão)

Jogo marcado para Sábado, 10 de Setembro, com início às 20h30. Transmissão SportTV.
Os primeiros compromissos com as selecções estão concluídos e é tempo de regressar a mais um cíclo de partidas que ditará muito sobre o futuro competitivo do Futebol Clube do Porto. Se é verdade que a fase de grupos de Liga dos Campeões está à porta, há três pontos para conquistar frente ao Vitória, equipa que certamente irá dificultar a tarefa, comparativamente com o amigável de pré-temporada realizado no passado mês de Julho.

Nuno Espírito Santo voltou a não divulgar a convocatória, mantendo a mensagem de que conta com todos, embora apenas 18 possam ir a jogo. Corona estará apto e será opção. Os internacionais chegaram sem mazelas de maior e estarão disponíveis para a partida de sábado. 

Aposto no seguinte onze:


Um onze... com tudo! Fundamental para investir numa base, consolidar processos, trazer segurança. Confesso que não vejo grandes necessidades de trocar jogadores ou fazer rápidas mudanças para integrar reforços. Depois de uma derrota, há que ir com tudo para regressar aos triunfos. Por isso, nada melhor do que confiar nos mais experientes, sem poupanças, e lentamente integrar novas unidades a partir do banco. Jorge Sousa irá ser o árbitro da partida. Devido ao passado recente, julgo ser uma informação importante a referir. Porque, se for preciso, jogaremos novamente contra tudo. Com 11. Sem recuar.

Se o mercado de transferências mal terminou, o JN avançou com um reforço que estará às ordens de Nuno Espírito Santo já em Janeiro. Kelvin irá concluir o seu empréstimo no São Paulo e irá regressar ao Futebol Clube do Porto. Decisão que, de acordo com a notícia, é da responsabilidade de Jorge Nuno Pinto da Costa e de Luís Gonçalves. Se o Treinador do Futebol Clube do Porto foi ouvido no meio disto, isso já é algo que parece não dizer respeito à publicação. Durante a conferência de imprensa de antevisão à partida não foi feita qualquer questão sobre a matéria.

Na guerra da comunicação e relações públicas, os três grandes também jogaram nesta semana. Não obstante a importância de tornar discurso em realidade e a fundamental proximidade entre os Presidentes dos Clubes e os adeptos, adivinhem quem ficou para trás...


Crente. Portista.


O que espera desta partida? Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.

Um abraço. #VaiNaFé

Sem comentários:

Enviar um comentário