terça-feira, 19 de julho de 2016

"Silly Season" IX: Derlort, Indi, espanhóis e empréstimos


As publicações relacionadas com o tema "Silly Season" ganham novo capítulo a 19 de Julho de 2016. Com o Futebol Clube do Porto a estagiar na Alemanha, o plantel para a temporada que se avizinha ganha forma, enquanto é necessário encontrar destino para os preteridos por Nuno Espírito Santo. Por outro lado, pese embora o excesso no número de jogadores, o actual grupo demonstra ainda lacunas e limitações, só possíveis de corrigir pela chegada de caras novas ao Futebol Clube do Porto.





A principal lacuna já identificada pelo Futebol Clube do Porto continua ser a posição mais avançada do terreno. Algo que Jorge Nuno Pinto da Costa já admitiu, em entrevista, e que a comunicação social vai insistindo no seu reforço. Hoje, o jornal O JOGO faz capa sobre essa mesma necessidade. Com efeito, frente ao Osnabruck, foram várias as oportunidades desperdiçadas, resultando num marcador curto a favor do Futebol Clube do Porto. António Soares, enviado especial do jornal à Alemanha, é apenas mais um a apontar para a possibilidade de Aboubakar sair do Futebol Clube do Porto e promover-se novo reforço. Depois da China ser rejeitada pelo camaronês, esta notícia não sugere nenhum destino em concreto, nem qualquer alternativa.


Se Jonathan Calleri já poderá ter rumo assegurado, surge uma outra possibilidade, ainda sem eco nos principais jornais. Andy Derlort, avançado de 24 anos do Caen, é visto como possível reforço. É verdade que o Tigres está interessado no jogador, mas ainda é possível desviá-lo para o Estádio do Dragão. Foi uma das revelações do campeonato francês e procura dar o salto. Este avançado destaca-se pela sua capacidade física, que usa e abusa nos duelos individuais, mas demonstra algumas limitações técnicas. Características que contrastam com as de André Silva. Fala-se que o Caen estará a pedir 10.000.000,00€ pelo jogador, nada comparado a um palpite deixado por aí sobre fortunas propostas por Jackson Martínez.


Não querendo abusar das "dispensas" do Liverpool, seria interessante que o Futebol Clube do Porto conseguisse aproveitar para reforçar-se novamente através do clube inglês. João Teixeira mostrou boas indicações da primeira vez que vestiu de Azul e Branco e já garantiu lugar no plantel. Tiago Ilori e Markovic também estão de saída do Liverpool, e Portugal é visto como um destino de regresso. Creio que o Futebol Clube do Porto continua a necessitar de uma opção extra, tanto para o centro da defesa, como nos flancos. A nacionalidade, ou mesmo a experiência no campeonato Português só ajudaria. Espero que o Futebol Clube do Porto esteja atento.



Entretanto, o jornal A BOLA decidiu empacotar espanhóis e dizer que o Granada os quer a todos. Bueno, José Ángel e Andrés Fernandez interessam ao clube espanhol, mas existe concorrência, principalmente pelo lateral-esquerdo. Sp. Gijon, Villareal e o recém-promovido Leganés também querem se reforçar. São três jogadores com realidades diferentes. Nuno Espírito Santo conta com Bueno. Andrés Fernandez seguiu para estágio, mas tem porta aberta para sair. Já José Ángel espera a decisão da SAD do Futebol Clube do Porto para regressar ao seu país. Recorde-se que o Futebol Clube do Porto apenas detém 50% do seu passe. Quanto mais rápido resolvermos a situação, melhor. Para todos. Se houvesse interesse em Adrián, ainda melhor.


Já Bruno Martins Indi não saiu do banco frente ao Osnabruck. Não creio que esteja na porta de saída, mas o Futebol Clube do Porto poderá aceitar uma proposta pelo jogador. É verdade que a busca por mais um reforço para o centro da defesa continua, mas existem opções a mais para a posição. Mais do que um excedentário, Indi é visto como uma possibilidade de negócio, algo que não acontece com Marcano, Chidozie ou, neste momento, Diego Reyes. 


Entretanto, o Futebol Clube do Porto continua a emprestar "excedentários" por este país fora. Marega e Licá vão chegar a Guimarães. Rafa Soares já treina em Vila do Conde. Mikel Agu e Zé Manuel seguem para Setúbal e Ivo Rodrigues para Paços de Ferreira. 


Nota final para Héctor Herrera, que é visto em Itália como possível reforço também para a Roma. A verdadeira novela da sua transferência para o Nápoles já irrita. Caso outro clube se junte às negociações, espero que seja possível fechar a transferência o mais rápido possível. Herrera capitaneou o Futebol Clube do Porto frente ao Osnabruck e Jorge Nuno Pinto da Costa já declarou, à semelhança de Aboubakar, que o jogador só sairia pela cláusula de rescisão. Mas também garantiu Rafa Soares no plantel de 2016/17.



Divirtam-se! :)



Quinta-feira há jogo frente ao PSV, que registou uma goleada no último jogo de pré-temporada. Desta vez, na SportTV. Algo que não me deixa satisfeito.


Crente. Portista.


Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.

Um abraço.

2 comentários:

  1. Com a potencial saída de Herrera, quem será o capitão?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Ruca, obrigado pelo comentário.

      Creio que ainda não existe nenhuma decisão sobre a matéria. Se calhar porque, se Herrera for transferido, o próximo capitão ainda não está neste momento integrado nos trabalhos de pré-temporada. Um palpite, nada mais...

      Um abraço.

      Eliminar