terça-feira, 28 de junho de 2016

"Silly Season" VII: Olíver, Alex Telles, Maicon, Herrera



As publicações relacionadas com a "Silly Season" por que passamos regista novo capítulo a 29 de Julho, segundo dia de trabalhos do Futebol Clube do Porto de 2016/17. Com o Europeu de Futebol a chegar à fase decisiva da competição, o Futebol Clube do Porto chega também à fase de começar a arrumar a casa, com tempo ainda de afectar as contas de 2015/16. Mesmo retirando a dúzia de "desaparecidos" que destaque onten, Nuno Espírito Santo terá, actualmente, um lista de 39 jogadores por onde escolher. E também por esses número exacerbado, que irá sendo corrigido ao longo das semanas, são fomentados os palpites sobre transferências. Sobre saídas e entradas! E, com a chegada da abertura oficial do mercado, este aquece...

Começo por corrigir um erro numa afirmação de uma edição anterior: Bruma não é jogador da Real Sociedad. Foi o próprio clube a esclarecer que o extremo Português terminou o seu empréstimo com o clube e que iria voltar ao seu clube de origem, o Galatasary.




Da mesma forma que comecei com uma correcção, é necessário também deixar uma informação publicada pelo jornal espanhol Marca de hoje: a cláusula de rescisão de Olíver Torres, fixada nos 26.000.000,00€. Um número também difícil de digerir. A mesma publicação garante que o Futebol Clube do Porto está na corrida pelo jogador, com valores a rondar os 15.000.000,00€. Um valor que nem eu, com enorme vontade de ver esta transferência acontecer, vejo o Futebol Clube do Porto a pagar. Mesmo considerando a qualidade do jogador, o Futebol Clube do Porto não contrata assim tão caro. Já existiram excepções, evidentemente. Moutinho e Hulk, este por fases. Mas é caro... Há quem diga que as contratações caras são aquelas que não rendem dentro do campo. Olíver já mostrou qualidade de azul e branco ao peito. Seria titular, com toda a certeza.


Alex Telles continua a ser tema para a imprensa "especializada". O jornal Htsport, citado hoje pelo jornal OJOGO, aponta novamente para a possibilidade do Futebol Clube do Porto contratar o jovem defesa-esquerdo do Galatasary. O valor da transferência, segundo esta publicação, rondaria os 7.000.000,00€, mas que poderia ser atenuado na eventualidade de jogadores seguirem o sentido oposto. O seu ingresso seria uma excelente adição para as opções de Nuno Espírito Santo.


Por fim, um regresso confirmado pelo próprio jogador.




Em sentido oposto, o jornal Marca volta a ter espaço para falar sobre o Futebol Clube do Porto. Bueno é interesse do Granada e pode tentar concretizar o seu empréstimo para a próxima temporada, com uma opção de compra do seu passe. Gostaria que Bueno tivesse nova oportunidade no clube. No entanto, é também importante compreender a utilidade de um jogador como Bueno no xadrez de Nuno Espírito Santo. Na teoria, praticamente nula. Neste 4x3x3, resta a Bueno esperar pela utilização como segundo ponta-de-lança em situações de resultado desfavorável ou uma adaptação a um dos flancos. Perante a possibilidade de ter ser mais utilizado no Granada, Bueno pode ser persuadido ao empréstimo. Paco Jémez conhece-o muito bem.


De Espanha também vêm notícias sobre José Ángel. O fichajes.net escreve que o defesa-esquerdo espanhol não quer continuar no Futebol Clube do Porto, que detém apenas 50% do passe do jogador. Ingressou sem qualquer custo. E quem sabe se poderá sair sem qualquer custo. Com o regresso de Rafa Soares e a possibilidade do ingresso de Alex Telles, José Ángel fica sem espaço no Futebol Clube do Porto. Desejo a melhor das sorte ao jogador espanhol. No Villareal ou noutro clube.


Quanto ao crónico Maicon, o Presidente do São Paulo insistiu, este domingo, que o São Paulo vai tentar de tudo para ficar com o jogador emprestado pelo Futebol Clube do Porto. Neste momento, o "tudo" que o São Paulo tem de alcançar são 8.000.000,00€. 

"É por aí, é por aí. Vamos tentar de tudo e estamos 100% confiantes de que dará tudo certo."

Um valor, na minha opinião, mesmo a pronto, diminuto. No Brasil, a ESPN garante que o jogador ficará no São Paulo refere que o Futebol Clube do Porto ficará com 50% do defesa-central Lucão e do defesa-esquerdo Inácio. A Bola faz eco do que o que Esporte Interativo escreveu , vai mais longe e adiciona o valor que o São Paulo vai pagar: 6.000.000,00€. Um valor que igualaria o recorde do São Paulo, valor que pagou por um jogador: Paulo Henrique, também conhecido como "Ganso". Curiosamente, a sua hipotética saída para o Sevilha poderá possibilitar os fundos para esta transferência. Parece-me muito pouco, mas também me parece o possível. O São Paulo já festeja a manutenção do "zagueiro".



Obrigado, Maicon. Foste essencial na reviravolta na Luz e na grande vitória europeia frente ao Chelsea, por exemplo. Nunca se abandona o barco da forma como abandonaste frente ao Arouca, ainda por cima enquanto capitão. O fim ficou traçado nesse momento. 


Finalmente, Héctor Herrera. Não é totalista nas publicações sobre a silly season, mas quase. Continua a existir um imbróglio monumental com a sua transferência. Desta vez, é o ANTIGO director desportivo do Nápoles a palpitar no "TUTTO mercato WEB". Diz que o problema é o Pachuca, e não o Futebol Clube do Porto, dizendo que o clube mexicano detém 30% do passe do jogador. Estão a ver aquelas mentiras, que quando ditas muitas vezes, parece que são verdade? Relembro uma verdade: o Futebol Clube do Porto reportou, em vários R&C, que detém 80% (OITENTA POR CENTO) do passe do jogador. Qual é a dúvida? Partilho o "tweet" que foi citado por vários meios de comunicação e que gerou toda esta confusão.

Espanhóis, italianos, ingleses... Tudo cita isto e tudo vai enganado. Ou será que somos nós que vamos enganados? De toda a maneira, existem outros dados relevantes neste palpite, que é o valor da transferência. É que o contrato assinado entre o Pachuca e o Futebol Clube do Porto para a transferência de Herrera traz bastante cláusulas. Uma delas é que, entre 30 de Junho e 31 de Julho, o Futebol Clube do Porto terá de aceitar qualquer proposta acim dos 20.000.000,00€. Informações para esclarecer numa edição do Economato, no fim do dia. Mas o próprio Calciomercato estica a proposta do Nápoles para os 22.000.000,00€.

Recordo as declarações de Jorge Nuno Pinto da Costa, Presidente do Futebol Clube do Porto, ao JN.

“Tenho ouvido e lido um romance muito engraçado que envolve o Nápoles. Pelo que tenho sabido através dos jornais, o Nápoles ofereceu 20 milhões e o F. C. Porto quis 25. Se o Nápoles anda a negociar com alguém, não é com o F. C. Porto, nem é com ninguém mandatado por mim. Posso garantir que é tudo mentira e que o Herrera só sairá pela cláusula de rescisão”.


Claro que quem interpreta esta declaração como uma indirecta dentro de uma negociação, está tranquilo. Quem leva à letra, como eu gosto de levar as coisas, não fica satisfeito. Um possível aperto do fair-play financeiro poderá precipitar a transferência.


Crente. Preocupado. Portista.


Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.

Um abraço. #VaiNaFé

Sem comentários:

Enviar um comentário