quarta-feira, 15 de junho de 2016

"Silly Season" IV: João Teixeira, Rafa, Djalma e Felipe (confirmação)
















As publicações relacionadas com a "Silly Season" por que passamos regista novo capítulo a 15 de Junho. Com o mundo do Futebol concentrado em França, com o Europeu, e nos EUA com a Copa América, o bilhar representa com qualidade as cores do Futebol Clube do Porto. Este fim-de-semana há "final four" em Barcelos para a Taça de Portugal em Hóquei em Patins.





Comecemos pela confirmação da contratação de João Teixeira, oficialmente a primeira contratação do Futebol Clube do Porto. A oportunidade criada pelo término do contrato anterior que tinha com o Liverpool foi aproveitada de forma rápida pela estrutura do Futebol Clube do Porto que, em dois dias, fechou o negócio e vestiu João Teixeira de Azul e Branco. 


«Estou muito feliz. É um sonho para mim jogar neste grande clube. Ambicionava vestir esta camisola, porque fui habituado a ver o FC Porto ganhar ao longo dos anos. Espero que tudo corra bem e quero dar o meu melhor»

O contrato rubricado pelo jogador Português de 23 anos, oriundo das escolas do Sporting, é de quatro temporadas, depois de ter estado ao serviço do Liverpool desde 2011.

O único em que o vi foi frente ao Leicester City, onde apenas entrou aos 87 minutos. Não acompanhei as suas participações na Liga Europa nem na Taça de Inglaterra. Nas escolas do Liverpool, a imprensa destacou-o pelas suas boas exibições e pela sua capacidade técnica. Como médio-ofensivo, terá forte concorrência de Otávio, Quintero, Evandro ou até Josué. Prevê-se pelo menos uma saída depois da sua chegada. 

Neste momento, não o considero um reforço. Vejo-o mais como uma contratação oportunista apenas para aumentar as escolhas de Nuno Espírito Santo num sector do terreno onde elas já existem. Mas esperemos para ver que desenho é que o novo Treinador do Futebol Clube do Porto irá favorecer dentro de campo. Sem essa confirmação, não é possível definir com clareza a utilidade de João Teixeira, ou até de qualquer contratação.


O Futebol Clube do Porto também parece estar decidido pela aposta no mercado nigeriano. Depois de Musa Yahaya, é Samuel Chukwueze, de 17 anos e campeão do Mundo da categoria que poderá ingressar nos quadros do Futebol Clube do Porto. Quem o afirma é Martin Apugo, Presidente da Academia Diamond, onde Chukwueze jogava ao "All Nigeria Soccer".

"Ele vai para o FC Porto e não para o Mónaco, que também o pretendia. Só ainda não viajou, porque está na seleção. Quando chegar, vai a Portugal assinar um contrato de longa duração".

Resta saber valores de transferência e comissões. 


Se este série fosse dividida em temporadas, ultrapassaria CSI ou ER. 














Felipe também foi finalmente confirmado como reforço do Futebol Clube do Porto. Só falta mesmo isto. Foi o primeiro a realmente vestir o novo equipamento principal do Futebol Clube do Porto. Na minha preferência pessoal, para a New Balance, à terceira foi de vez!! Mais sobre isto mais à frente. 50.000.000,00€ de cláusula de rescisão para Felipe. Não vá um clube chinês se lembrar e querer reforçar o centro da defesa.

A comunicação social também continua a remexer no negócio Rafa e na possibilidade de Douglas, defesa-central do Trabzonspor, confirmando o interesse do Futebol Clube do Porto tanto no extremo Português, como em reforços para o centro da defesa. Douglas é o modelo físico de um defesa-central. Muito alto, com passada larga e capacidade de salto pouco usual. Saiu com 20 anos do Brasil para o Twente. Depois Dinamo Kiev. Agora termina a sua primeira temporada ao serviço dos Turcos, com 28 anos. Muito forte no jogo aéreo, mas com capacidades técnicas Nunca seria primeira opção para uma contratação do Futebol Clube do Porto, a não ser que as primeiras opções (Bruno Alves, Gustavo Goméz) falhassem. Aguardemos por informações mais concretas.

E o Lucas Silva como reforço para o meio-campo?? Se o Sérgio está em vias de ir rodar novamente (não quer dizer que vá, atenção!) poderá ser solução.


Muito rumor, pouca definição.














No sentido posto, sobre saídas, aconselho ainda alguma paciência. Tanto para Maicon, como para Herrera. Nem o Fenerbahce para o central, nem o Nápoles para o mexicano. Para já... Sem novidades por Brahimi ou o destino dos defesas-centrais do plantel. Nuno Espírito Santo deverá querer ver todos, mas saberá que isso poderá não ser possível. Há muito por definir neste campo.

Leandro Silva é que há quem diga que renovou e segue emprestado para o Paços de Ferreira. Já Djalma foi confirmado por três temporadas no PAOK. Lembro-me do quão útil foi a Vítor Pereira no seu primeiro campeonato. Depois, seguiu na rotina dos emprestados. 


Nota para a apresentação, ainda pouco detalhada, nas redes sociais, dos novos equipamentos do Futebol Clube do Porto. O seu desenho será sempre discutível, mas o símbolo será sempre amado, que agora já não é bordado. Outro pormenor interessante serão os números. Vermelhos, como antigamente. Admito que gosto de ambos! Achei a apresentação do ano passado uma excelente aposta do marketing, trazendo o Futebol Clube do Porto para o coração da cidade, envolvendo os sócios e adeptos com os jogadores e atraindo todas as atenções para o que foi um espectáculo sem igual. Esperemos que o departamento de marketing do Futebol Clube do Porto volte a surpreender pela positiva neste registo. Ainda vai a tempo!



 Claro que NES vê Corona como fundamente para o ataque ao play-off da Liga dos Campeões!



Céptico. Preocupado. Portista.


Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.

Um abraço

P.S.: Nota já depois da hora para a renovação de Diego Verdasca até 2020. Grande notícia para o Futebol Clube do Porto!

Sem comentários:

Enviar um comentário