sexta-feira, 24 de junho de 2016

Com quem Nuno pode contar: meio-campo.




Ao verificarmos o verdadeiro "cardápio" de opções que Nuno Espírito Santo tem para este sector há sempre que relembrar algo: não confundir quantidade com qualidade.

A entrevista de Nuno Espírito Santo à revista Dragões foi fundamental para compreender que desenho táctico o Treinador do Futebol Clube do Porto irá dar preferência durante a temporada. O 4x3x3 irá regressar, mas com uma dinâmica mais rápida do que a sua última aparição. Neste desenho, Danilo Pereira terá uma preponderância enorme. O mesmo deverá acontecer com Rúben Neves. E depois ficam as dúvidas. André André será um elemento chave no Futebol Clube do Porto? E Sérgio Oliveira? Será que é desta que Evandro é aposta de um Treinador do Futebol Clube do Porto? Qual é o destino de Hector Herrera? E Francisco Ramos? O que fazer com os regressados Josué, Otávio ou Quintero? Só vendo o que Nuno Espírito Santo quer do meio-campo do Futebol Clube do Porto. A sua descrição da manobra ofensiva e defensiva sugere que Héctor Herrera seria um elemento-chave.


Leandro Silva e Tiago Rodrigues nem chegaram. Tiveram de imediato guia de marcha. Paços de Ferreira e Marítimo, respectivamente.


Palpite do treinador de bancada:
Danilo Pereira, Rúben Neves, André André, Sérgio Oliveira e Otávio. Não era mal pensado perguntarmos por Óliver Torres para completar o leque de opções. De toda a maneira, precisávamos de um reforço. Um, apenas. Na época passada, Imbula tinha o perfil ideal, mas não se mostrou capaz. Para 2016/17, o perfil manter-se-ia, a meu ver. É tempo de Hector Herrera jogar num estádio onde não seja constantemente assobiado. Palpito que o Futebol Clube do Porto terá outras ideias para Josué e Evandro. Francisco Ramos lucraria com um ano de Primeira Divisão. Quintero precisava de adequar a sua dieta à sua profissão. Se isso acontecesse, era titular fácil. Qualidade não lhe falta! Assim, não vejo modos de ficar no Futebol Clube do Porto. Nuno Espírito Santo terá a possibilidade de ver praticamente todos. Certamente tomará a melhor decisão. O estágio de pré-temporada terá também Omar Govea. Estou curioso para ver como se "safa" ao mais alto nível.


Este é um sector do terreno que poderá contar com muitas baixas durante a pré-temporada. Danilo Pereira chega tarde das férias. Rúben Neves e Sérgio Oliveira poderão ser chamados por Rui Jorge para a busca pela medalha olímpica. Relembro a importância do play-off de acesso à Liga dos Campeões. Crucial para a próxima temporada. Até ao momento, não é possível compreender quem irá aos Jogos Olímpicos ou se existem reforços alinhados para este sector do terreno. Matéria-prima não falta, mas Nuno Espírito Santo poderá também estar à procura de um jogador que ofereça algo de diferente. Esperemos por novidade. Até dia 28, seria importante definir o mais possível.


Céptico. Preocupado. Portista.


Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.

Um abraço.

Sem comentários:

Enviar um comentário