quarta-feira, 22 de junho de 2016

Com quem Nuno pode contar: guarda-redes (e os jogos de pré-época)



Na entrevista à revista Dragões, Nuno Espírito Santo revelou o desenho e a dinâmica que quer implementar no "seu" Futebol Clube do Porto. De toda a maneira, só o treinador não ganha. Nuno Espírito Santo terá de exigir ao Futebol Clube do Porto um grupo de jogadores que lhe poderão dar garantias de execução do plano traçado frente a qualquer adversário. E o primeiro da temporada, durante o play-off de acesso à Liga dos Campeões, nunca será fácil. É para esse objectivo de curto-prazo, crucial para a temporada do Futebol Clube do Porto, que Nuno Espírito Santo irá trabalhar.


Durante 2015/16, Iker Casillas foi o dono da baliza do Futebol Clube do Porto nas competições mais importantes. Com Julen Lopetegui, Rui Barros, ou José Peseiro, Casillas foi sempre o homem escolhido para os jogos importantes. No banco esteve normalmente Helton, que assumiu a baliza do Futebol Clube do Porto nas competições nacionais menores. Gudiño e José Sá foram os protagonistas da equipa B. Nenhum dos dois guarda-redes veteranos foi regular em 2015/16. Tanto Casillas como Helton comprometeram em jogos decisivos, mas ambos foram decisivos noutras partidas. Há quem diga que Helton está a pensar retirar-se e terminar a sua carreira profissional. Esta possibilidade, que dou como "provável", até pelas suas declarações recentes  à imprensa, abre a possibilidade para a promoção de José Sá para o plantel principal como guarda-redes suplente. Já Gudiño poderá continuar na equipa B. Por duas razões. Primeiro, porque deveria ser novamente o titular da baliza da equipa B. Depois pelo regresso tardio de Casillas, que deverá fazer apenas parte da pré-temporada. Por isso, será importante incluir o mexicano no início dos trabalhos, bem como no estágio de pré-temporada. 

De regresso após empréstimo estão Fabiano, Andrés Fernandez e Sinan Bolat, e chegam sem argumentos para ficarem. Ricardo Nunes já tem destino.


Palpite do treinador de bancada:
Julgo que chegou o momento para que o Capitão do Futebol Clube do Porto assuma outras funções dentro da estrutura. A meu ver, mais do que ter espaço, conquistou-o. Se a tomada de decisão passasse pelas minhas mãos, Casillas saltava a escala do Aeroporto de Sá Carneiro e só aterrava nos Estados Unidos. José Sá assumiria a baliza do Futebol Clube do Porto. Sem medo. Sem hesitação. Máxima confiança. 


Com Nuno Espírito Santo, creio que Casillas voltará a ser o número 1 na baliza. Caso Helton abandone a carreira profissional, José Sá será promovido a segundo guarda-redes. Já Gudiño, julgo que deverá continuar na equipa B.

Não vejo possibilidade ou necessidade de qualquer reforço para o plantel principal neste sector. Nuno Espírito Santo terá à disposição um misto único de experiência, qualidade e potencial, difícil de obter nesta posição em específico. Como antigo guarda-redes de futebol, estou confiante que saberá, melhor do que ninguém, ser sensível a cada questão. Incluindo os emprestados que regressam. Julgo que terão todos ordem para procurar clube.

 
Bom ambiente entre os guarda-redes do Futebol Clube do Porto.






Nota para alguns dados já conhecidos sobre a pré-temporada, que começara a 28 de Junho, no Olival. O Rio Ave será um dos testes antes da viagem para estágio. O Futebol Clube do Porto irá depois estagiar entre 15 e 28 de Julho em Kamen, Alemanha, onde o Valência de Nuno Espírito Santo já tinha estagiado. Durante esse período, Vitesse, PAOK, WBA, PSV e Bayer Leverkusen serão adversários com confronto marcado com o Futebol Clube do Porto, que também irá à Holanda participar num torneio de pré-temporada. O Futebol Clube do Porto estará de volta a tempo para a apresentação do Vitória SC, em Guimarães, a dia 31. Adversários mais exigentes que o habitual. Aplaudo a iniciativa. Parte do calendário já esta definido e publicitado pelo site do Futebol Clube do Porto aqui.

O dia do jogo de apresentação foi definido há cerca de um par de horas. O Villareal visitará o Estádio do Dragão a 7 de Agosto, com vista ao play-off de acesso à Liga dos Campeões, com início a 16 de Agosto. Aí sim, será o doer. E temos de estar preparados. Ainda é cedo, mas Nuno Espírito Santo já está no Olival. Mas não escondo a preocupação.

 
Céptico. Preocupado. Portista.


Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.

Um abraço.

Sem comentários:

Enviar um comentário