quinta-feira, 3 de março de 2016

“O Jamor espera-nos”– Reacção: Futebol Clube do Porto 2x0 Gil Vicente FC (Taça de Portugal)

Ficha de jogo completa em www.fcporto.pt
 
Serei sincero: não vi o jogo. Por isso falo apenas no meu estado de espírito perante o resultado. Positivo. Sem lesões graves ou castigos. Sem complicações. Estamos no Jamor. Poderíamos ter visto, digo eu, mais de este ou de aquele. Parece que Bueno falhou mais do que uma vez em frente à baliza. Pena. Mas regressou agora de lesão, por isso há que dar tempo ao tempo. Diz-se também quer Marega voltou a desiludir. Marcou um golo, já não é mau. Neste campo José Peseiro esteve magnânimo durante a conferência de imprensa. Escreve-se que Sérgio terá feito uma excelente partida. Fantástico. Veremos se até ao fim da época consegue mostrar mais. O pulmão do meio-campo do Futebol Clube do Porto está a precisar de oxigénio com urgência. Grande cabeçada do Chidozie. O menino está cada vez mais confiante. Espero que José Peseiro também confiar nele. Evandro é que teve de sair mais cedo que o expectável, e hoje até nem treinou. Esperemos seja apenas por precaução. Parece que André André também quase que se lesionava logo na primeira intervenção de jogo que teve. O homem parece que é de cristal, e mesmo assim foi lançado em campo quanto tudo já estava decidido… Enfim…  

Bancadas vazias? A 8 €uros para sócios e 12 para o público, e tão tarde, julgo que o número de espectadores até foi bom.

 
  O dia seguinte ao Futebol Clube do Porto 2x0 Gil Vicente FC

Outros jogadores poderiam ter tido também uma oportunidade? Sim, tudo isto era possível, mas acessório, a meu ver. O principal está garantido: estamos na final da Taça de Portugal. O adversário será um velho conhecido: o Sporting de Braga. Curiosamente, o adversário de domingo. Separemos as águas. Domingo vale três pontos. 22 de Maio vale um troféu. Nada comparável, mas igualmente importante, por força das exigências de uma massa adepta com fome de glória e esperançada ainda no conquista do campeonato. Haverá tempo para falar sobre o adversário, pela proximidade do próximo jogo.
 
 
A serenidade de Aloisio, o oportunismo de Jardel, a bicicleta de Artur.
Futebol Clube do Porto 3x1 Sp. Braga no Jamor, em 1998


Um pedido: que ninguém olhe para o que se passa na capital. O foco é a Norte, e os três pontos é o objectivo.
 

Positivista. Confiante. Crente. Portista.
 

Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.


Um abraço.

Sem comentários:

Enviar um comentário