terça-feira, 12 de janeiro de 2016

“Take 2” – Antevisão: Boavista FC vs Futebol Clube do Porto (Taça de Portugal)


Imagem originar presente em http://fcpnacaoportista.altervista.org/blog/

Outra competição, renovada ambição, com um único objectivo: vencer. É crucial manter o sonho do Jamor, aproveitando o lanço do jogo do último domingo. Sim, foi apenas um jogo. 90 minutos que serviram para relançar a esperança de toda uma nação Azul e Branca. Por isso, creio que não devemos desperdiçar o ímpeto que a mudança nos pode trazer. Os bilhetes disponíveis para o Futebol Clube do Porto já esgotaram. Um bem-haja a todos os que se deslocarão ao Bessa para apoiar o Nosso Grande Clube.

Aposto no seguinte onze:

Powered by lineupbuilder.com

Alguns jogadores, nomeadamente os que participaram como suplentes utilizados no passado domingo, poderão ter agora a oportunidade de novamente demonstrar que contributo podem dar à equipa. Não devemos promover alterações tão profundas em comparação com o primeiro jogo da taça da liga. Será certamente um jogo bem diferente do encontro do passado domingo, que terminou em goleada. O adversário quererá deixar uma imagem bem mais positiva, procurando vencer no seu estádio. Os níveis de concentração serão decisivos. Vejo Rui Barros a manter jogadores motivados como Herrera e Aboubakar no onze, dando descanso a André André, que saiu dos convocados, e a Brahimi, que deve começar o jogo no banco. Acreditava que Imbula tivesse nova oportunidade. No entanto, fui desacreditado por declarações do seu pai, que anuncia que o jogador tem ordem para procurar clube. Mesmo assim, é prematuro confirmar a saído do francês do Futebol Clube do Porto. Nesse sentido, aguardemos por mais notícias.  O apito inicial será as 20h30. Esperemos que não seja preciso mais do que 90 minutos para prosseguir na competição.

Longa nota para o tema que ainda domina: a sucessão de Lopetegui à frente do comando da equipa principal do Futebol Clube do Porto. Refira-se que, até ao jogo com o Boavista para o campeonato, a rescisão de Julen Lopetegui ainda não estava finalizada. Correm agora mais rumores sobre essa matéria, apontando para que o espanhol não queira uma separação amigável. Seja como for, um abraço, Julen. Que possas um dia treinar outro grande do Futebol Português e ajudar o Futebol Clube do Porto a ser campeão. Jamais esquecerei o 3-1 ao Bayern. Jamais perdoarei aquilo que fizeste ao futebol do Futebol Clube do Porto. Leva a torre contigo.

No entanto, até ao instante em que escrevo, não existe nome confirmado para suceder ao espanhol. Este anúncio só poderá ser feito depois da rescisão estar terminada. Posso apenas confirmar o que todos já sabemos: vai ser Português. Pelo que sei, as negociações estão complicadas em várias frentes e o Futebol Clube do Porto tem diversas opções ainda em mente, quer para assegurar o comando até ao fim da temporada, quer para começar já e continuar na próxima temporada. A opção preferida para a direcção é a última, ou seja, não promover nenhuma mudança em junho. Os nomes são todos públicos e foram já escrutinados. Aliás, basta ser adepto de futebol para saber quem são, donde vêm e o que fizeram até agora. Surpresa só para quem está desatento. Iremos tentar, assim que haja confirmação, adiantar o nome do escolhido para suceder a Julen Lopetegui. Neste momento não considero positivo adicionar ainda mais polémica, até porque temos um treinador a comandar a equipa: Rui Barros. De momento nada está decidido. Aguardemos por novidades, que até podem surgir apenas depois da visita a Guimarães. 

Por isso, é crucial e estar com a equipa neste período mais tumultuoso. A mensagem deve ser de confiança no presente e esperança no futuro. Quem nos representa dentro das quatro linhas tem de receber essa mensagem, essa ovação, essa força que tantos apelam. Os adeptos terão de assumir a posição de Porto de abrigo. Todos nós estamos convosco.

Promova o debate. Comente e deixe a sua opinião.
Um abraço e até à próxima.


Sem comentários:

Enviar um comentário